Domingo
05 de Dezembro de 2021 - 

CONTROLE DE PROCESSOS

Notícias

Glossário explica o que era a eleição a bico de pena

Disponível no Portal do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o Glossário Eleitoral esclarece que eleição a bico de pena era aquela que ocorria na antiga República, antes de 1930. Nesse tipo de eleição, o voto não era secreto, mas "aberto". O sistema de poder vigente tomava três tipos de precaução para evitar surpresas nos resultados das eleições.Primeiramente, os chefes e caciques políticos, principalmente do interior, orientavam os eleitores a votar em determinados candidatos, e só neles. Para isso, entregavam ao votante uma "marmita" (pilha) de cédulas dos candidatos em que deveriam votar. Como segunda medida, as atas das juntas apuradoras – frequentemente, as próprias mesas receptoras – eram feitas para mostrar determinados resultados, nem sempre de acordo com a contagem dos votos depositados naquela seção. Finalmente, onde isso não era possível – nas capitais e grandes cidades de então, em que eram eleitos candidatos "indesejáveis", de oposição – a Câmara e o Senado faziam a "verificação dos poderes" dos que se apresentavam para tomar posse. Nessa fase, muitos dos "indesejáveis" sofriam a "degola". Ou seja, seus mandatos eram invalidados pela Casa.O Glossário O serviço do Portal do TSE é uma ferramenta de consulta que esclarece persas expressões utilizadas pelos operadores da Justiça Eleitoral. O Glossário contém mais de 300 verbetes, com referências históricas e doutrinárias, distribuídos em ordem alfabética para facilitar a pesquisa. EM/CM Tags:#ASCOM Gestor responsável: Assessoria de Comunicação Últimas notícias postadas Recentes Acompanhe o Congresso de Sistematização das Normas Eleitorais Palestrantes nacionais e internacionais se apresentam de 24 a 26 de novembro Vereadores do MDB serão reconduzidos aos cargos em Monte Azul Paulista (SP) Plenário reformou decisão do TRE que havia cassado os mandatos dos parlamentares por suposta fraude na cota de gênero Por maioria, TSE mantém cassação de deputado estadual do Rio de Janeiro Vandro Família foi condenado por conduta vedada por distribuir cestas básicas em período proibido, enquanto era vice-prefeito de Magé
24/11/2021 (00:00)
Visitas no site:  298318
© 2021 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia
Pressione as teclas CTRL + D para adicionar aos favoritos.