Quinta-feira
27 de Janeiro de 2022 - 

CONTROLE DE PROCESSOS

Notícias

Nova versão do Guia da Cidadania incentiva debate entre jovens sobre a importância do voto

A Escola Judiciária Eleitoral do Tribunal Superior Eleitoral (EJE/TSE) lançou uma nova versão do Guia da Cidadania, como parte dos eventos da Semana do Jovem Eleitor, celebrada por toda a Justiça Eleitoral de 29 de novembro e 3 de dezembro. O Guia reúne material didático destinado a provocar e orientar debates e reflexões entre alunos e professores do Ensino Médio sobre a participação de jovens no processo eleitoral brasileiro. Os temas propostos se relacionam com as mais relevantes e recentes discussões sobre a temática eleitoral, como o combate à desinformação e a importância do voto e das eleições para a democracia. O Guia foi criado como uma ação do eixo cidadania de atuação da EJE e foi concebido como repositório de noções essenciais para o exercício dos direitos políticos, reforçando o papel das EJEs na formação dos jovens que iniciam a vida política. “A ideia é que, depois do lançamento dessas temáticas, outras sejam pensadas para que a Justiça Eleitoral contribua com a formação dessa próxima geração de eleitoras e eleitores”, propõe Julianna Reis, servidora da EJE/TSE responsável pela revisão do Guia. Para o juiz auxiliar da Corregedoria-Geral Eleitoral (CGE), Cássio André Borges, a Semana do Jovem Eleitor tem uma grande importância na conscientização dos jovens sobre a necessidade de se alistar e votar, trazendo para o debate político nas persas esferas de poder do Brasil a representatividade, os anseios e as necessidades da juventude. “É muito importante que esse público vote, porque existem muitas pautas que dizem respeito a eles [os jovens]. É um segmento numeroso da sociedade, e eles são o futuro do país”, afirma o magistrado. De acordo com Cássio, a campanha de alistamento dos jovens acaba influenciando também pessoas que não são o alvo principal do material, mas que acabam sendo influenciadas pelo chamado que ele contém. Ele observa que todos os anos, por ocasião da Semana do Jovem Eleitor, as zonas eleitorais registram um aumento notável de alistamentos de pessoas de todas as idades. O alistamento eleitoral e a emissão do primeiro título podem ser feitos por meio da internet, no Portal do TSE, ou presencialmente no cartório eleitoral da localidade em que a pessoa mora. Podem se alistar jovens a partir de 15 anos que, na data do primeiro turno das Eleições Gerais de 2022, já terão completado 16 anos. RG/LC Tags: #EJE Escola Judiciária Eleitoral #Tribunal Superior Eleitoral Gestor responsável: Assessoria de Comunicação Últimas notícias postadas Recentes No 15º Encontro Nacional do Poder Judiciário, secretário da Corte Eleitoral destaca parceria com o CNJ Bruno Souza falou sobre as principais iniciativas promovidas pela Corte Eleitoral em 2021 TSE promove evento sobre prevenção e combate ao assédio e à discriminação no trabalho Realizado nesta quinta (2), encontro contou com palestra da subprocuradora-geral do Trabalho Eliane Araque dos Santos Em evento, juíza do TSE ressalta papel das Ouvidorias Eleitorais para o fortalecimento da democracia Encontro debateu participação de cidadãs e cidadãos no processo democrático, inclusão social, relação com comunidades afrodescendentes e combate à violência de gênero
02/12/2021 (00:00)
Visitas no site:  330657
© 2022 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia
Pressione as teclas CTRL + D para adicionar aos favoritos.